Selecione seu Estado São Paulo
Segunda-Feira, 18 de Fevereiro de 2019


E-mail:
Senha:
Cadastre-se Login
Acessando.... Erro ao acessar. Esqueceu sua senha?

Presidente da Porto Seguro diz em quais segmentos o corretor deve apostar para faturar mais

Fonte: CQCS | Ivan Netto Data: 30 janeiro 2019 Nenhum comentário

O ano de 2018 foi desafiador para todas as empresas no País. Para a Porto Seguro não foi diferente. Com mais de 70 anos de mercado e ocupando a primeira posição nos ramos de Seguro Auto e Residência, a companhia demonstrou, na visão de seu presidente, Roberto Santos, “resiliência em períodos econômicos mais difíceis, sobretudo, nos últimos anos e especialmente em 2018”.

Em entrevista exclusiva ao CQCS, o executivo falou sobre os desafios enfrentados no ano passado, a chegada das startups ao mercado segurador, a expectativa da Porto Seguro para 2019 e, claro, a parceria com os corretores de seguros.

“Hoje, o Corretor é visto não mais como vendedor, mas como um consultor, auxiliando o cliente nas melhores escolhas de acordo com o seu perfil e as suas necessidades. Isso, por si só, demanda que os profissionais se atualizem constantemente. Outro ponto importante é a necessidade dos corretores se adaptarem a profunda transformação digital em curso no mercado segurador. Atenta a esta necessidade, a Porto Seguro além de adaptar os seus processos a esta realidade, vem ajustando suas ferramentas para apoiar os corretores neste processo”, enfatiza.

O presidente da Porto Seguro afirma que o mercado de seguros seguirá crescendo em 2019 e necessitará de profissionais qualificados para atender aos novos clientes, que estão cada vez mais exigentes, e às novas demandas que devem surgir em um futuro próximo.

“Acreditamos que a elaboração de produtos que combinam serviços e assistências continuará crescendo em 2019. A transformação digital irá gerar importantes ganhos de produtividade, trazendo importante redução de despesas, sem contar maior agilidade e facilidade nas interações seguradora/corretor/segurado”, analisa.

Para Roberto Santos, embora o seguro de automóvel ainda seja um dos destaques do mercado, é importante que o Corretor olhe com mais atenção para alguns produtos.

“Previdência privada deve ganhar impulso em razão da reforma da Previdência Social. A procura por seguros de responsabilidade civil e proteção patrimonial também deve crescer considerando a retomada de obras no país. Produtos voltados às pequenas e médias empresas devem alavancar no período, dada à retomada da economia. Também acreditamos que ainda existe bastante espaço para crescimento em seguros de vida e odontológico”, aconselha.

Confira abaixo alguns dos principais pontos da entrevista:

2018

“O ano de 2018 foi desafiador para todas as empresas. Mas, apesar disso, a companhia obteve um ótimo resultado. Entre os principais destaques da companhia deste ano, estão alguns produtos como: Azul e Itaú Auto, Porto Seguro Saúde, Vida e Cartão de Crédito.”

Seguro Auto Popular

“Mais de 30 milhões de veículos não contam com seguro no Brasil, o que corresponde a praticamente 70% dos carros hoje em circulação, de acordo com a CNseg (Confederação Nacional das Seguradoras). Para incentivar a inclusão securitária e atender a essa parcela de clientes, que muitas vezes não consegue contratar um seguro de automóvel tradicional, oferecemos os produtos Azul Auto Popular e o Azul Auto Leve. O seguro Azul Auto Popular é relativamente novo no mercado. O destaque em crescimento tem sido o Azul Auto Leve, devido a ofertas de coberturas enxutas e essenciais e parcelamento em até 10 vezes sem juros”.

Insurtechs

“As startups estão em todas as áreas e claro que também estão presentes no mercado segurador. A Porto Seguro enxerga esse cenário não como uma ameaça e sim como oportunidade. Acreditamos que o segmento tem muito a crescer com o aprendizado das insurtechs, pois elas surgem com o objetivo de otimizar e aprimorar processos tanto para seguradoras quanto para corretores e segurados. Já atentos a esse movimento, criamos, em 2015, a Oxigênio Aceleradora. Com a iniciativa, buscamos estimular o empreendedorismo e contaminar nossa estrutura com práticas disruptivas de desenvolvimento de produtos e processos.”

2019

“O mercado de seguros sentiu os impactos da instabilidade econômica nos últimos anos, embora tenha apresentado resultados mais expressivos do que outros setores. Consideramos que o setor tem grande potencial de crescimento, sobretudo nas carteiras de previdência privada e nos produtos voltados a pequenas e médias empresas, que devem ganhar impulso pela retomada econômica. A Porto Seguro acompanha as movimentações do mercado e busca oferecer serviços e produtos a seus clientes, que atendam as suas necessidades e tragam comodidade no dia a dia.”

 

Para participar e deixar sua opinião, clique aqui e faça login.

 

Últimas