Selecione seu Estado São Paulo
Sábado, 14 de Dezembro de 2019


E-mail:
Senha:
Cadastre-se Login
Acessando.... Erro ao acessar. Esqueceu sua senha?

Amil recebe reconhecimento do Tribunal de Justiça de São Paulo por iniciativas de conciliação

Fonte: Segs Data: 11 novembro 2019 Nenhum comentário

Em setembro, a operadora participou da instalação do Centro Judiciário de Soluções de Conflitos da saúde privada

Referência de plano de saúde no país, a Amil recebeu no dia 4 de novembro a renovação do Selo Empresa Amiga da Justiça de 2019, concedido pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP). O certificado é atribuído às companhias que contribuem para a disseminação da cultura de pacificação social por meio da utilização de métodos opcionais de solução de conflitos e que atingiram as metas estabelecidas no ano anterior.

Em 2017, a empresa se tornou o primeiro plano de saúde do Brasil a receber o selo do TJSP, pela parceria constante em projetos de conciliação. Em setembro de 2019, a operadora celebrou um acordo de cooperação com o TJSP e a Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge) para a instalação de um Centro Judiciário de Soluções de Conflitos específico para questões relativas à saúde privada, que funciona no Fórum João Mendes Júnior.

“Esse é um reconhecimento pelo nosso comprometimento em incentivar a conciliação e em reduzir a judicialização no setor de saúde. Nossa parceria com os tribunais de diversos estados do País tem alcançado altos índices de resolução de conflitos”, afirma Eduardo Gil, diretor jurídico do UnitedHealth Group Brasil - grupo de saúde ao qual a Amil integra.

Os mutirões de conciliação realizados pela Amil culminaram em reconhecimentos também por outros tribunais e instituições. Alguns exemplos são o Selo de Qualidade do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) e o Selo Ouro, outorgado pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) e pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc). A empresa também foi premiada pelo Conselho Nacional de Justiça, em fevereiro de 2018, com uma menção honrosa do Prêmio Conciliar é Legal, que reconhece nacionalmente boas práticas de soluções de conflitos.

 

Para participar e deixar sua opinião, clique aqui e faça login.

 

Últimas