Selecione seu Estado São Paulo
Terça-Feira, 16 de Outubro de 2018


E-mail:
Senha:
Cadastre-se Login
Acessando.... Erro ao acessar. Esqueceu sua senha?

Setor de pets identifica marcas nacionais emergentes de rações e grande crescimento do número de usuários

Fonte: SEGS Data: 16 abril 2018 Nenhum comentário

- Setor cresce mais de 5% ao ano;

- Marcas tradicionais de rações continuam líderes em Força da Marca, mas nacionais ganham mercado;

- Mais de 50% dos entrevistados são contra a venda de animais em lojas e quase 90% são favoráveis à adoção de animais promovidas pelas petshops.

- Cobasi e Petz lideram o crescimento do varejo pet

Tratados quase como humanos, os cães e gatos movimentam um mercado que cresce ano a ano e promove lançamentos e mudanças em marcas de rações e hábitos. As petshops de bairros e as mega petshops concentram cada vez mais as compras, em detrimento aos super e hipermercados. Marcas de rações de fabricantes nacionais, como Golden, Premier, Foster e Magnus ganham mercado. E os planos de saúde, que em 2014 eram contratados para 3,1% dos animais, agora já atingem 8,7%.

As constatações fazem parte do novo Estudo Petcare Cães e Gatos, que acaba de ser finalizado pela CVA Solutions, quando foram entrevistados 3.675 donos de cães e 2.270 donos de gatos em todo o país.

Considerados como filhos ou bebês para mais de 44% dos donos, os cães e gatos estão vivendo cada vez mais dentro de casa e recebendo alimentos mais saborosos, como os sachês de ração úmida. Isso já é realidade para 27% dos cães e 51% dos gatos, números superiores aos registrados em 2016.

O potencial econômico desse mercado é muito grande. Segundo dados da Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação), em 2016 o faturamento do setor foi de quase R$ 19 bilhões, e prevê-se que em 2020 esse número chegue a R$ 20 bilhões. O crescimento vem sendo superior a 5% ao ano.

Para o sócio-diretor da CVA Solutions, Sandro Cimatti, “a humanização e os mimos voltados para cães e gatos vem aumentando muito. E isso reflete o crescimento desse mercado. Percebemos nesse estudo que os supermercados e hipermercados vêm cedendo espaço para as Petshops (pequenas ou grandes), em função da proximidade e da variedade de marcas e produtos. Também diagnosticamos um grande potencial de crescimento dos planos de saúde para cães e gatos. Eles quase triplicaram, em dois anos, e se bem divulgados e com preços razoáveis, podem atingir boa parte dos proprietários de pets”.

Gastos

De acordo com o novo estudo, os donos de cães gastam em média R$ 294 por mês, sendo R$ 121 de ração. Os donos de gatos gastam em média R$200, sendo R$ 90 de ração. Cerca de 8,7% dos entrevistados também gastam com plano de saúde, sendo uma média de R$ 95 para cães e R$ 90 para gatos. Nos custos apurados estão incluídos plano de saúde ou consulta veterinária, banho e tosa, areia sanitária, antipulgas, vermífugo, vacinas e ração.

Objetivo do estudo

O Estudo da CVA Solutions mostra o comportamento e hábitos dos donos de cães e gatos, a Força da Marca e o Valor Percebido (custo-benefício) das marcas de rações, do varejo de produtos pet, de medicamentos e de planos de saúde veterinários.

Os estudos da CVA Solutions têm por objetivo entender a estrutura de Valor Percebido (custo-benefício percebido) no mercado, a partir do ponto de vista do consumidor. Além de medir a posição competitiva dos principais setores e diagnosticar possibilidades de criação de vantagem competitiva sustentável. Os estudos avaliam ainda a Força da Marca, que é a atração menos rejeição perante clientes e não clientes.

No estudo foram citadas pelos donos de cães e gatos mais de 30 marcas de ração, entre elas: Royal Canin, Proplan, Hills Science Diet, Eukanuba, Equilíbrio, Premier Pet, Pedigree, Champ, Golden, Dog Chow, Alpo, Kanina, Magnus, Foster, Special Dog, Whiskas, Friskies, Cat Chow, Premium Cat, Special Cat, Magnus Cat, Max Cat, Gran Plus, Sabor & Vida e Guabi Natural.

Nota muito boa entre 47 setores da economia

O setor Petcare aparece com uma nota muito boa, de 8,07 (em uma escala de 1 a 10), na 20ª posição, acima do setor de Hospitais. O Valor Percebido para os setores pesquisados pela CVA se baseia na nota de custo-benefício percebido e tem como melhor segmento o de Microondas (8,87) e os piores os de Operadora de Telefonia Celular (6,62) e PVA – Satisfação de Funcionários de Empresas (6,28).

Valor Percebido – Ração para Cães

Ao avaliar o Valor Percebido da ração o dono do cão avalia atributos como o resultado nutricional da ração no cão, o prazer que o cão come a ração, opções de sabores e tamanhos da ração, a facilidade de comprar a ração, o preço e rendimento da ração, e a quantidade e umidade das fezes produzidas.

O melhor Valor Percebido (custo-benefício percebido pelos clientes) em ração para cães foi atribuído à Premier Pet, com nota 1,03, seguido pela Equilíbrio e Magnus.

Valor Percebido – Ração para Gatos

Ao avaliar o Valor Percebido da ração o dono do gato avalia os atributos já descritos e também se a ração previne problemas de saúde no trato urinário do gato.

O Melhor Valor Percebido é da Golden (1,04), seguido pela Foster e Whiskas.

Força da Marca – Ração para Cães

A maior Força da Marca (a atração menos rejeição perante clientes e não clientes) continua sendo da Pedigree, com 22,5 %. No entanto a marca perdeu mais de 20% de força em relação a 2016, dando espaço para novas marcas. Em segundo lugar aparece a Royal Canin, com percentual também menor em relação a 2016. Em terceiro lugar aparece a Golden, com bom crescimento em relação a 2016.

Força da Marca – Ração para Gatos

A maior Força da Marca é da Whiskas, com 31%, percentual, bem inferior a 2016, quando era de 50,3%. Já a Golden conquistou a segunda posição, com quase o dobro do que foi registrado em 2016. Royal Canin caiu, mas manteve a terceira posição. Já a Friskies cresceu sua Força da Marca.

Varejo Pet

O pet shop de bairro é o principal canal de vendas de ração para cães e gatos. Mais de 37% dos donos de pets compram nesses locais, principalmente pela proximidade, sendo que outros 17% compram em Mega Petshops, principalmente pela variedade de produtos e marcas. O canal Super e Hipermercados vem perdendo participação desde 2014, mesmo assim, 26% dos donos de cães e 28% dos donos de gatos fazem suas compras nesses estabelecimentos.

A loja com maior Valor Percebido é a Pet Camp, com nota 1,02, seguida pela Cobasi, Pet Love e Carrefour. Em Força da Marca a liderança é da Cobasi, com 9,7%, seguida por Petz e Pet Love.

Planos de Saúde e Veterinário

A humanização dos cães e gatos também faz com que os proprietários se preocupem mais com a saúde e prevenção de doenças e programem mais visitas ao veterinário: 32% dos donos levam o pet ao veterinário duas vezes ao ano e 24% apenas uma vez.

A contratação de planos de saúde começa a se tornar uma tendência. De acordo com a pesquisa, 8,7% dos donos já contratam plano de saúde para seus pets, sendo que em 2016 esse número era de 3,1%. Muitos entrevistados ainda desconhecem a existência dos planos (31%) e outros (11%) disseram que nunca receberam uma proposta de compra. No entanto, 30% afirmaram que comprariam um plano, caso o custo mensal fosse de cerca de R$ 80.

“É um mercado muito promissor. Atualmente existem nos domicílios brasileiros 52 milhões de cães e 22 milhões de gatos e esse número tende a crescer, assim como o faturamento do setor. Um plano de saúde estimula a prevenção, mais visitas ao veterinário e garante assistência em urgências, como cirurgias”, comenta Sandro Cimatti.

Os planos de saúde mais citados pelos donos de cães e gatos são Health For Pet (da Porto Seguro), com 44%, seguido por Pet Care Prevent e Liberty.

Medicamentos

Os medicamentos mais utilizados para cães e gatos são os vermífugos, antipulgas e vacinas. 80% dos proprietários administram vermífugos para seus pets, sendo que 40% uma vez ao ano. As marcas Drontal (Bayer) e Vermivet (Biovet) são os mais utilizadas.

Os antipulgas são utilizados por 82%, sendo que 28% aplicam duas vezes ao ano. As marcas mais utilizadas são Frontline (Merial) e Bravecto (MSD).

As vacinas são administradas por 89% dos entrevistados, sendo que 57% uma vez ao ano.

Com relação à marca dos medicamentos de venda livre, quase 48% são mais influenciados pela prescrição do veterinário, 15% pela sugestão do balconista e 9% pelo preço.

Chama a atenção o crescimento das Farmácias de Manipulação que já são usadas por mais de 15% dos donos de cães e gatos. O destaque é da DrogaVet, seguido por Fórmula Animal, Botica Pet, Vet Fórmula e outras.

Perfil do Cão

O “vira-lata”, animal sem raça definida, é maioria (21,5%) e a raça Poodle é a segunda mais predominante (8,1%), seguida da Shihtzu (7,2%) e Pincher (6,3%). Ainda de acordo com o estudo, 79,7% dos cães vivem em casas e os restantes 20,3% em apartamentos. Quando indagados onde adquiriram seu animal, 41,4% disseram que foi um presente, 20,9% que compraram no criador, 12,7% em loja ou pet shop, 12,1% abandonado na rua e 7,5% em feiras de adoção ou Ongs. Mais de 44,5% dos cães passam a maior parte do tempo dentro de casa, o que reafirma o sentimento de que o animal é tido como um filho ou bebê.

Perfil do Gato

Também entre os felinos, o sem raça definida é predominante (50,5%). O Siamês está em segundo lugar (24,4%), o Persa em terceiro (10,5%) e o Angorá em quarto lugar (6,3%).

Entre os entrevistados, 32,9% encontraram o gato abandonado e o adotaram, 25,2% disseram que ganharam o animal de presente, 14% compraram em lojas petshop e 13,5% adquiriram o gato em feiras de adoção. Mais de 79% vivem em casas e 20% em apartamentos, sendo que 67,4% deles passam a maior parte do tempo dentro de casa.

Hábito Alimentar – Cães e Gatos

Mais de 65% dos donos de cães dizem alimentar seu animal com ração seca e 27% já oferecem ração úmida em sachê. No caso dos gatos, 60,2% dos donos afirmam alimentá-los com ração seca e 51,3% com ração úmida em sachê. O uso de ração úmida (sachê) vem aumentando e confirma o maior afeto aos pets, já que esse alimento, geralmente, é mais apreciado pelo animal.

RANKING RAÇÕES

CÃES

-Valor Percebido (relação custo-benefício percebido) para Rações:

1º Premier Pet (Premier), 2º Equilíbrio (Total Alimentos), 3º Magnus (Adimax), 4º Golden (Premier), 5º Dog Chow (Purina), 6º Special Dog (Special Dog), 7º Foster (Lupus), 8º Pedigree (Mars), 9º Champ (Mars), 10º Faro (Guabi).

-Força da Marca (share de atração menos share de rejeição) para Rações:

1º Pedigree (Mars), 2º Royal Canin (Royal Canin), 3º Golden (Premier), 4º Premier Pet (Premier), 5º Dog Chow (Purina), 6º Magnus (Adimax), 7º Foster (Lupus), 8º Special Dog (Special Dog), 9º Pro-Plan (Purina), 10º Hills Science (Hills).

GATOS

-Valor Percebido (relação custo-benefício percebido) para Rações:

1º Golden (Premier), 2º Foster (Lupus), 3º Whiskas (Mars), 4º Magnus (Adimax), 5º Friskies (Purina).

-Força da Marca (share de atração menos share de rejeição) para Rações:

1º Whiskas (Mars), 2º Golden (Premier), 3º Royal Canin (Royal Canin), Friskies (Purina), Premier Pet (Premier).

RANKING VAREJO PET CARE

-Valor Percebido (relação custo-benefício percebido) para Varejo:

1º Pet Camp, 2º Cobasi, 3º Pet Love, 4º Carrefour, 5º Assaí, 6º Petz, 7º Atacadão, 8º Extra Hipermercados, 9º Bicho Bacana, 10º Animalia.

-Força da Marca (share de atração menos share de rejeição) para Varejo:

1º Cobasi, 2º Petz, 3º Pet Love, 4º Atacadão, 5º Wallmart, 6º Extra Hipermercados, 7º Carrefour, 8º Pet Camp, 9º Bom Preço e 10º Mais Pet.

SHARE PLANOS DE SAÚDE

1º Health For Pet (Porto Seguro), 2º Pet Care Prevent, 3º Liberty, 4º Petplan, 5º Vetplan, 6º Healthlife, 7º Mister dog and cats.

SHARE VERMÍFUGOS

1º Drontal (Bayer), 2º Vermivet (Biovet), 3º Vetmax Plus (Vetnil), 4º Vermivet Plus (Biovet), 5º Endogard (Virbac), 6º Profender (Bayer), 7º Canex (Vetbrands), 8º Top Dog (Ourofino), 9º Advocate (Bayer), 10º Revolution (Zoetis).

SHARE ANTIPULGAS

1º Frontline (Merial), 2º Bravecto (MSD), 3º Nexgard (Merial), 4º Advantage (Bayer), 5º Revolution (Zoetis), 6º Advocate (Bayer), 7º Capstar (Novartis), 8º Protetor Pet (Ourofino), 9º Vectra (Ceva), 10º Simparic (Zoetis).

CVA Solutions e Metodologia

A CVA Solutions (Customer Value Added) está há 17 anos no mercado brasileiro e 22 anos nos Estados Unidos. A empresa é uma subsidiária da CVM Inc., empresa criada nos Estados Unidos, em 1996, pelo engenheiro Ray Kordupleski.

A CVM Inc. conta com seis escritórios associados em todo o mundo e atende a mais de 30 corporações internacionais. No Brasil, a CVA Solutions atende a empresas como Amil, Boticário, Whirlpool, Porto Seguro, SulAmérica, Fleury Medicina Diagnóstica, Dasa, Claro, Oi, International Paper, Daimler Chrysler, Philips, Colgate, Natura, Banco Santander, Bradesco e Itaú.

A CVA Solutions é uma empresa especializada em ajudar seus clientes a criar vantagem competitiva sustentável, através da melhora do Valor Percebido em toda a cadeia de valor. A empresa pesquisa, analisa e indica os caminhos que levarão ao aumento do market share e da rentabilidade do cliente. O trabalho baseia-se na metodologia criada por Ray Kordupleski, capaz de medir e gerenciar diversos atributos de valor presentes no processo de decisão de compra e experiência de consumo de qualquer tipo de produto ou serviço.

Desta forma, além de medir os atributos de valor e identificar aqueles que têm o maior impacto, do ponto de vista do cliente, também se promove uma integração entre as medidas de valor percebido pelo cliente e os processos internos da empresa, possibilitando um gerenciamento mais eficaz.

 

Para participar e deixar sua opinião, clique aqui e faça login.

 

Últimas