Selecione seu Estado São Paulo
Quinta-Feira, 18 de Outubro de 2018


E-mail:
Senha:
Cadastre-se Login
Acessando.... Erro ao acessar. Esqueceu sua senha?

Agências de publicidade dão um passo à frente e se lançam no mercado digital

Fonte: SEGS Data: 11 junho 2018 Nenhum comentário

Levantamento aponta que agências de publicidade brasileiras estão aderindo cada vez mais a serviços voltados para o âmbito digital

“Se antes as mídias tradicionais eram o principal foco das agências, hoje elas estão se reinventando e aderindo também ao digital

A evolução tecnológica e digital é, sem dúvidas, a maior responsável por moldar o comportamento de bilhões de pessoas no mundo todo. Não por acaso a Era da Informação - também chamada de Terceira Revolução Industrial - foi o pilar para que essas mudanças pudessem ser vividas na prática. Data driven, transformação digital, consumidor 4.0, big data, todos esses componentes seriam meras especulações caso os avanços científicos e tecnológicos não fossem tão expressivos em meados do século XX.

Tais mudanças influenciam fortemente na forma com a qual as pessoas consomem produtos e serviços. Mais do que levar um determinado produto para casa, os consumidores querem ter certeza de que a experiência será a melhor possível. Em um artigo feito para o Think With Google, Lisa Gevelber, VP de Marketing do Google para as Américas, explica que o número de pessoas que realizam pesquisas na rede antes de efetuar uma compra ou consumir determinado serviço, aumentou drasticamente. Ainda conforme Lisa, as pesquisas tendem a deixar os consumidores mais confiantes e empolgados e diminuem, ainda, as chances de experiências negativas.

Ao considerar que a internet é, atualmente, a ferramenta responsável por estabelecer parâmetros sobre a eficácia de uma série de coisas, é justificável que cada vez mais empresas dos mais diversos nichos estejam presentes no ambiente digital. O que significa, para as agências de publicidade, maiores oportunidades de expansão da carteira de clientes. Segundo levantamento realizado pelo iZoom 2018 — pesquisa que faz uma análise sobre a gestão de agências de diversos tipos, desde as “full service’s” até as especializadas em nichos digitais — cerca de 74,4% das agências do Brasil oferecem serviços digitais — que inclui as agências especializadas em marketing digital e inbound marketing, e as denominadas 360°, que atendem demandas digitais e offline — ao passo que apenas 5,4% são especializadas exclusivamente em publicidade offline.

Como se posicionar ao oferecer serviços digitais

Optar por oferecer serviços digitais é uma estratégia que não deve, em hipótese alguma, ser colocada em prática sem uma pesquisa prévia de mercado e uma análise profunda da capacidade produtiva da agência. É preciso ter em mente que esse tipo de atividade gira em torno de resultados e experimentações constantes. E, por se tratar de uma alternativa conhecida por seus baixos custos, é indispensável que as agências se atentem a questões como rentabilidade e faturamento a longo prazo.

Outro fator a ser considerado diz respeito à implementação de uma cultura customer fit, prática que encoraja a autonomia de todos os colaboradores envolvidos na operação em tomadas de decisões. Aqui, a palavra de ordem é agilidade através de esforços conjuntos frente a possíveis resultados negativos.

É aqui que conceitos como data driven ganham notoriedade, pois serão eles os responsáveis por atenderem às tendências e demandas do mercado por meio de análises de dados, os quais serão transformados em ideias e, posteriormente, em decisões específicas para cada conta. É importante destacar ainda que, o planejamento é o responsável por delinear o fluxo de trabalho. Nesse sentido, a partir da validação do planejamento para cada cliente, a realização de testes no meio do caminho é fundamental para possíveis ajustes de estratégia.

Ainda que as modificações ocorram, a previsibilidade deve fazer parte do escopo de trabalho, o que só será possível quando há um planejamento de longo prazo, o qual será o encarregado para manter um ritmo de trabalho consolidado. O último quesito fica a cargo de um monitoramento constante, ação recomendada quando o foco é entender se as estratégias arquitetadas estão gerando os resultados que os clientes esperam e, sobretudo, se a agência está conseguindo suprir suas próprias expectativas.

É visível que agências dos mais diversos portes se mostram cada vez mais dispostas a caminharem em conformidade com o mercado e suas frequentes transformações — sejam elas referentes aos avanços tecnológicos ou ao próprio comportamento do consumidor moderno. Por fim, entender como as agências procedem em termos de gestão é indispensável para enxergar novas oportunidades e melhorias para essas empresas.

Faça o download do iZoom 2018 e entenda o atual cenário do mercado publicitário a partir de um benchmark realizado com mais de 130 agências do Brasil.

 

Para participar e deixar sua opinião, clique aqui e faça login.

 

Últimas